Em 2006 o Observatório das
Violências Policiais-SP
(www.ovp-sp.org)
foi integrado ao Centro de
Estudos de História  da
América Latina (CEHAL)- Núcleo
Trabalho, Ideologia e Poder,
da PUC-SP
(Pontifícia Universidade Católica)

Sitio Premiado - Selo Direitos Nota 10 - DHnet

 

Pesquisar neste sítio

 


Baixe para ler em pdf

 



Família de Rubens Paiva critica governo
Fonte: O Estado de S. Paulo
22.11.2011



Sem poder falar em sanção da Comissão da Verdade, filha de ex-deputado teve discurso divulgado no blog do irmão, o escritor Marcelo Rubens Paiva

FERNANDO GALLO

Filha do ex-deputado Rubens Paiva, desaparecido em 1971, a psicóloga Vera Paiva criticou o governo federal por não ter permitido que familiares de vítimas da ditadura militar discursassem durante a cerimônia em que a presidente Dilma Rousseff sancionou a criação da Comissão da Verdade.

Convidada a participar da solenidade, Vera ouviu de um funcionário da Secretaria de Direitos Humanos ligado à ministra Maria do Rosário que havia "grande possibilidade" de que pudesse discursar, mas que tudo dependeria da organização do evento. Nenhum familiar pôde falar.

O Estado mostrou no sábado que a decisão ocorreu após manifestação do ministro da Defesa, Celso Amorim, que entendeu que a fala de parentes das vítimas poderia ser considerada uma afronta aos militares.

"Para ser justa, eu não fui desconvidada porque nunca se confirmou oficialmente que eu ia falar", ponderou Vera Paiva, para em seguida disparar. "Foi uma escolha política errada. Deviam ter deixado os militares falar, então. Se o dilema é 'se falar um atingido, tem que falar o militar', então que fale o militar. O que ele vai falar? Defender a ditadura? A tortura?"

Para a psicóloga, um representante dos militares deveria ter se manifestado na solenidade não só sobre o período da ditadura, mas sobre a própria criação da Comissão da Verdade. "Tinha que ter posto um chefe das Forças Armadas. O ministro Amorim ou um dos chefes de armas."

Discurso. Irmão de Vera, o escritor Marcelo Rubens Paiva publicou ontem em seu blog o discurso que ela preparou para a ocasião. Ele também criticou o governo, na publicação intitulada "Comissão da 1/2 verdade". "Começamos bem mal esta histórica comissão. O que eles temem tanto escutar?"


 


 


 

Rua Monte Alegre 984 - Perdizes -  Prédio Novo - 4º andar - Bloco A - Sala 4E08 - CEP 05014-901 - São Paulo - SP