Em 2006 o Observatório das
Violências Policiais-SP
(www.ovp-sp.org)
foi integrado ao Centro de
Estudos de História  da
América Latina (CEHAL)- Núcleo
Trabalho, Ideologia e Poder,
da PUC-SP
(Pontifícia Universidade Católica)

Sitio Premiado - Selo Direitos Nota 10 - DHnet

 

Pesquisar neste sítio

 


Baixe para ler em pdf

 

 

Adolescente com arma de brinquedo é baleado pela polícia em Santos

Fonte: Folha On-Line
08/10/2011

FELIPE CARUSO
DE SANTOS

Um adolescente de 16 anos, que portava uma arma de brinquedo, foi ferido a tiro no tórax por policiais militares na noite de quinta-feira (6) no bairro de Vila Nova, em Santos, litoral de São Paulo. O caso gerou protestos de moradores.

Segundo a Polícia Militar, os policiais atiraram no jovem porque ele apontou a arma de brinquedo ao ser abordado na região do Mercado Municipal de Santos.

Apenas depois de mobilizar o suspeito, os policiais perceberam que se tratava de um adolescente de 16 anos com uma arma falsa. Os policiais militares apuravam denúncia de que um homem armado ameaçava pessoas na região.

O adolescente baleado foi levado para a Santa Casa de Santos, onde passou por uma cirurgia para conter uma pequena hemorragia. Segundo o hospital, o jovem está lúcido, passa bem e deve ser liberado em breve.

Protestando contra a ação da PM, cerca de 200 manifestantes atearam fogo nos pneus em algumas ruas no entorno do mercado. A Força Tática da PM foi acionada para conter o tumulto, e o Corpo de Bombeiros, para debelar o fogo.

Os PMs usaram balas de borracha para conter o tumulto. Quatro manifestantes foram detidos.

Não foi instaurado nenhum procedimento interno para apurar a ação dos policiais porque, segundo a PM, não houve excessos.


Jovem com arma de brinquedo é baleado pela PM e causa protesto

Fonte: Folha de S. Paulo
08/10/2011

DE SÃO PAULO - Um adolescente de 16 anos que portava uma arma de brinquedo foi ferido com um tiro no peito por policiais militares na noite de anteontem, no bairro de Vila Nova, em Santos, litoral de São Paulo.

A ação da Polícia Militar provocou protestos de moradores. Cerca de 200 pessoas atearam fogo a pneus na rua.

A PM usou balas de borracha para dispersar o tumulto. Quatro manifestantes foram detidos.

Segundo a PM, os policiais atiraram no adolescente porque ele apontou uma arma de brinquedo ao ser abordado na região do Mercado Municipal de Santos.

Policiais dizem que só depois de atirar e imobilizar o jovem perceberam que se tratava de um adolescente com uma arma falsa. Afirmam ainda que apuravam denúncia de que um homem armado ameaçava pessoas na região.

O jovem baleado foi operado na Santa Casa de Santos e, segundo o hospital, ele já está lúcido e deve ser liberado em breve.

Não foi instaurado procedimento interno para apurar a ação dos policiais. De acordo com a Polícia Militar, não houve excessos por parte da corporação.

Rua Monte Alegre 984 - Perdizes -  Prédio Novo - 4º andar - Bloco A - Sala 4E08 - CEP 05014-901 - São Paulo - SP