Em 2006 o Observatório das
Violências Policiais-SP
(www.ovp-sp.org)
foi integrado ao Centro de
Estudos de História  da
América Latina (CEHAL)- Núcleo
Trabalho, Ideologia e Poder,
da PUC-SP
(Pontifícia Universidade Católica)

Sitio Premiado - Selo Direitos Nota 10 - DHnet

 

Pesquisar neste sítio

 


Baixe para ler em pdf

 



Defensoria recebeu 40 denúncias de abuso policial
Fonte: Folha de S. Paulo
14.01.2012



JCS, de 37 anos, apareceu ontem na tenda da Defensoria Pública de São Paulo, montada na área da cracolândia, centro de São Paulo, com os pés muito machucados.

Segundo ele, soldados da Força Tática da PM lhe causaram os ferimentos. "Eles pisaram nos meus pés com as botas, me deram socos na boca do estômago e tapas na cara", acusou.

No total, Carlos Weis, 46, coordenador do núcleo de direitos humanos da Defensoria Pública do Estado de São Paulo já contabiliza mais de 40 denúncias de abusos de autoridade e violência policial, por parte de soldados da PM e de agentes da Guarda Civil Metropolitana. Todas foram enviadas para a Secretaria de Estado da Justiça.

Na quinta-feira, o secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, reclamou do trabalho dos defensores públicos, que estariam incentivando usuários de crack a permanecer na cracolândia. "Eles estão dificultando o trabalho da PM", disse.

"Não estamos contra a ação da PM. Para nós, a ação policial pode e deve se dar no marco do respeito aos direitos dos cidadãos. É isso o que queremos garantir aqui", disse o defensor Weis.

A PM, por meio da assessoria de imprensa, diz que apurará todas as denúncias de eventuais abusos policiais.

 

 

Rua Monte Alegre 984 - Perdizes -  Prédio Novo - 4º andar - Bloco A - Sala 4E08 - CEP 05014-901 - São Paulo - SP