Em 2006 o Observatório das
Violências Policiais-SP
(www.ovp-sp.org)
foi integrado ao Centro de
Estudos de História  da
América Latina (CEHAL)- Núcleo
Trabalho, Ideologia e Poder,
da PUC-SP
(Pontifícia Universidade Católica)

Sitio Premiado - Selo Direitos Nota 10 - DHnet

 

Pesquisar neste sítio

 


Baixe para ler em pdf

 


Há uma perspectiva de classe na divulgação de crimes no Brasil, denuncia deputado
Fonte: Ponte
26.06.2015

 Claudia Belfort

 Chico Alencar, deputado federal (PSOL-RJ), compara a divulgação dada à morte do médico morto a facadas, no RJ, com o assassinato de 2 pessoas, pela polícia, no mesmo dia, numa comunidade pobre da Ilha do Governador

Historiador e deputado federal (PSOL-RJ) desde 2003, Chico Alencar, alerta, no 7o. vídeo da série Sobre Crimes e Castigos, que há uma perspectiva de classe na divulgação dos assassinatos no Brasil:

É evidente o casos logo avultam, são destacados numa perspectiva de classe. A trágica morte, o absurdo assassinato a facadas de um médico  na lagoa, na orla cartão postal do Rio de Janeiro aconteceu no mesmo dia em que duas pessoas, um  menino de 14 anos e um jovem de 23 anos foram mortos pela polícia numa ação completamente desastrada e criminosa,  só que numa comunidade pobre da ilha do governador. Isso mereceu uma tripinha na notícia do jornal, enquanto o trágico assassinato do médico, tão trágico quanto esse mereceu 5 páginas.

Ele também defende que, no lugar  de reduzir a maioridade penal, o País tem no âmbito do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) moldura jurídica para tratar a questão de crianças e adolescentes em conflito com a lei.

Rua Monte Alegre 984 - Perdizes -  Prédio Novo - 4º andar - Bloco A - Sala 4E08 - CEP 05014-901 - São Paulo - SP